29 dez

Quinoa

29_quinoa_blog




A quinoa é um cereal originário da América do Sul que ganhou destaque na alimentação por suas propriedades funcionais e por ser fonte de diferentes nutrientes. Ela é fonte de minerais, como cálcio, potássio e magnésio; vitaminas C, E e B1; fibras; ácidos graxos e aminoácidos essenciais; além de possuir compostos como polifenóis, fitoesteróis e flavonoides. E claro, também é rica em proteína, cerca de 12g de proteína a cada 100g do alimento.

Os derivados fenólicos presentes na quinoa são agentes antimicrobianos naturais e antioxidantes, reduzindo a quantidade de radicais livres, o que é ótimo já que essas moléculas podem ser tóxicas ao nosso organismo. Por sua vez, os polifenóis possuem comprovados benefícios à saúde, prevenindo enfermidades, como câncer e doenças cardiovasculares, além de melhorar a resposta imune. Estudos realizados para determinar a quantidade de compostos fenólicos e antocianinas nas frutas demostraram que a variação climática e o tipo de solo interferiram no conteúdo desses compostos.

Um estudo prospectivo duplo-cego, realizado com 35 mulheres com excesso de peso na pós-menopausa, revelou que o consumo diário de 25 g de quinoa em flocos por 4 semanas consecutivas se associou à redução do colesterol total e LDL.

A quinoa é considerada um cereal que tem como principal característica a qualidade de sua proteína, sendo reconhecida pela Organização Mundial de Saúde como um alimento ideal, por sua composição nutricional ser superior à maioria dos cereais. A quinoa é importante na alimentação de pessoas com doença celíaca, pois não apresenta as proteínas formadoras do glúten.

Ela pode ser consumida cozida (dessa forma apresenta um pouco menos de proteína), em saladas, farofas e até pura, ou também pode ser encontrada na forma de farelo para acrescentar nas frutas, iogurtes, etc.

As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e não dispensam o acompanhamento de médicos ou nutricionistas, as informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença.

Nutricionista Raissa Anaisse de Araújo
CRN10: 4984

Fontes:

  • http://www.fao.org/brasil/pt/ (Acessado em: 10/12/2018)
  • BORGES, João T. et al. Características físico-químicas, nutricionais e formas de consumo da quinoa (Chenopodium quinoa Willd.). 2017.
  • DE CARVALHO, F. G. et al. Metabolic parameters of postmenopausal women after quinoa or corn flakes intake-a prospective and double-blind study. International Journal of Food Sciences and Nutrition, v. 65, n. 3, p. 380-385, 2014.
  • GEWEHR, M. F. et al. Análises químicas em flocos de quinoa: caracterização para a utilização em produtos alimentícios. Brazilian Journal of Food Tecnology, v. 15, n. 4, p. 280-287, 2012.
TAGS: