11 jan

Cuidado com o consumo de agrotóxicos!

1101 - Blog - Dica - Dia agrotoxico




Para alertar a população sobre os riscos causados pelos agrotóxicos à saúde e ao meio ambiente, o dia 11/01 foi instituído como o Dia do Controle da Poluição por Agrotóxicos. O objetivo é conscientizar a população sobre o uso indiscriminado de defensivos, suas consequências para a saúde e quais alternativas existem, além de promover a mudança de atitude dos agricultores por meio da informação.

Segundo o dossiê elaborado pela ABRASCO (Associação Brasileira de Saúde Coletiva), cada brasileiro consome em média cinco litros de agrotóxico por ano. Sendo que, desde 2008, o Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos no mundo.

Os malefícios da ingestão, que se acumula no organismo, já são conhecidos e comprovados: eles vão desde alergias até o câncer, passando por desregulações hormonais, cardíacas, respiratórias e reprodutivas.

Por isso é importante dar preferência a alimentos naturais e orgânicos, que não utilizam agrotóxicos em seu cultivo, respeitando assim o meio ambiente e mantendo a qualidade dos alimentos.

Em outubro de 2017 foi divulgado pela revista científica Journal of Agricultural and Food Chemistry um estudo realizado pela Universidade de Massachusetts que apontou a eficácia da eliminação de agrotóxicos em alimentos lavados com uma solução de bicarbonato de sódio.

Para chegar a tal conclusão, os pesquisadores utilizaram maçã e dois pesticidas muito usados na agricultura, o tiabendazol e o phosmet. A fruta ficou exposta a estes produtos por um período de 24 horas. Em seguida, eles lavaram a maçã com três diferentes compostos: apenas com água, por cerca de dois minutos; com uma solução, à base de hipoclorito de sódio, muito utilizada nos Estados Unidos, por 8 minutos; e, por 15 minutos, em uma mistura de bicarbonato de sódio e água, na proporção de 10 mg/l.

De acordo com a pesquisa, das três opções, o bicarbonato foi a solução mais eficiente para remover os agrotóxicos da superfície. Ele foi capaz de remover 80% do tiabendazol e 96% do phosmet. Esta é uma alternativa para quem não tem acesso a vegetais orgânicos ou biodinâmicos, seja por motivo de disponibilidade ou financeiro, para minimizar os efeitos dos agrotóxicos sobre a saúde.

Fonte:
JOURNAL OF AGRICULTURAL AND FOOD CHEMISTRY. http://pubs.acs.org/journal/jafcau. 2017.